Filho e nora de vice-presidente do Mamoré são brutalmente assassinados

A Polícia Civil de Araxá, no Alto Paranaíba, investiga as mortes do filho e da nora do vice-presidente do Mamoré, time de Patos de Minas, Geraldo Humberto de Sousa, na noite desse sábado (23). O casal foi torturado dentro de casa e a primeira linha de investigação é latrocínio, roubo seguido de morte.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, Igor Humberto Fonseca Sousa, de 26, e Rafaela D’Eluz Giordani de Sousa, de 21, foram localizados em um imóvel da rua Vicente Martins de Oliveira, no bairro Veredas do Belvedere.

Amigos contaram à polícia que não conseguiram contato com as vítimas por telefone no período da tarde e resolveram ir até o imóvel. Já no portão, um deles pulou o muro e encontrou a porta aberta e a casa toda revirada. Militares que atenderam a ocorrência encontraram Rafaela em um dos quartos amarrada e amordaçada com dois pedaços de tecido. O rosto e o tórax da jovem estavam cobertos com açúcar cristal.

Já Sousa foi localizado em outro quarto, com os pés e braços amarrados. Ele apresentava várias perfurações provavelmente ocasionadas por faca. O corpo estava coberto por fubá. Familiares foram chamados e informaram aos policiais que estavam faltando duas TVs de LCD no imóvel, além do carro do casal, uma caminhonete S10.

Segundo a perícia, não foi possível identificar a causa da morte da mulher, que não apresentava ferimentos. Nenhum suspeito foi identificado ou localizado.

Vítima foi vista saindo de carro 30 minutos antes da chegada dos amigos

Vizinhos do casal contaram à polícia que durante a tarde escutaram vários gritos no interior da residência. Porém, como a casa vivia cheia de convidados, eles acreditaram que fosse apenas mais uma festa das vítimas.

O que chama a atenção para o caso são dois horários. No primeiro, por volta das 17h30, moradores afirmam ter visto Sousa saindo da casa em sua S10. Ele chegou a cumprimentar vizinhos. Porém, de acordo com a polícia, o pedido de viatura feito pelos amigos aconteceu por volta das 18h.

Em um período curto, o homem teria voltado para o imóvel e os crimes contra ele e a companheira acontecido. Durante todo o dia, duas motocicletas teriam sido vistas rondando a casa.

Tentativa de arrombamento

Durante a semana, a casa de Sousa e Rafaela sofreu uma tentativa de arrombamento. Por esse motivo, o jovem instalou uma concertina, cerca cortante em formato espiral, em cima do muro.

Conforme amigos, o homem costumava a guardar quantias acima de R$ 5 mil na residência. A polícia não informou se algum dinheiro foi levado.

Desde a madrugada deste domingo (24), policiais da Polícia Civil estão nas ruas em buscas de informações que possam desvendar os crimes e chegar aos criminosos.

A equipe conta com a presença do delegado de plantão de Araxá, Waldemar Antônio, o delegado regional, César Felipe, além de peritos e investigadores.

Pai comemorava vitória do Mamoré quando recebeu notícia da morte do filho

A notícia da morte de Sousa e Rafaela chegou a Patos de Minas no fim da noite desse sábado. Segundo o assessor de imprensa do Mamoré, Sérgio Tavares, o vice-presidente e pai do jovem comemorava a vitória do time contra o URT por 1 X 0 quando foi avisado da tragédia.

“Ele acompanhou o jogo e estava muito feliz. Saí do estádio e pouco tempo depois fiquei sabendo. A família está arrasada. Igor era filho único, estava casado há cerca de três meses e administrava os negócios da família em Araxá.  A família é muito conhecida aqui em Patos e estão todos sensibilizados com a situação”, disse o assessor. Por meio de nota, o Mamoré lamentou a morte do casal.

O corpo de Rafaela é velado em Araxá desde a manhã deste domingo. O sepultamento está previsto para as 17h. Já o velório de Sousa acontece em Patos de Minas e o enterro está marcado para as 18h.

casalmortoFonte : O tempo

Deixe seu comentário

Assinatura

Publicidade

Enquete

Gostando do site?

View Results

Loading ... Loading ...

Sobre nós:

Editora Jornal Cidades LTDA/ME é uma micro empresa que edita o Jornal Cidades (JC) há 15 anos no mercado. O Cidades é um jornal periódico decenário com ampla circulação nas cidades de Belo Horizonte, Betim, Contagem ( circulação restrita ainda) Igarapé, São Joaquim de Bicas, Jaboticatubas e São José do Almeida, todas na RMBH. Possuí equipe de reportagem, colunistas sociais, e colunismo político. Professa quando se faz necessário jornalismo investigativo e tem como pilar mestre defesa do meio ambiente, da vida, da fauna e flora. Seu fundador é o Diretor Marco Tulio Chiabi C. e Silva e o atual presidente do Jornal Cidades é Leonardo Chiabi.